Encontro no carnaval

Olá sou o Ricky e outro dia contei como iniciei minha vida sexual com um rapaz que virou uma linda mocinha,após aquele dia nos encontramos mais 2 vezes e ela se mudou da casa da irmã que descobriu que Camille estava se prostituindo, foram 10 anos sem vê-la e nesse período namorei muitas mulheres e claro fiz muitas “ barbie girl” feliz,e sempre que perguntava sobre ela a irmã dizia que tinha ido pra São Paulo tentar a vida lá,dentro de um 2 anos atrás elas fizeram as pazes só que eu já estava casado e tinha uma filha e fiquei meio receoso de

encontrá-la e como éramos muito chegados a Duda me deu um recado de Camille dizendo que queria me ver,como eu estava morando na cidade de Itaboraí ficou meio difícil de visitá-la e acabei adiando essa vontade.Com o passar dos tempos fui promovido para um cargo mais alto na empresa o que me possibilitou de comprar um AP na Zona sul do Rio(Botafogo) e meio que escondido comprei outro na Zona Norte(Tijuca)
Para minha mãe.Nesse período Camille voltou ao Rio para passar o Carnaval e minha esposa foi pra Itaboraí na casa da mãe,como eu estava de serviço na segunda-feira e na terça-feira fiquei impossibilitado de viajar com ela.Minha mãe tinha uma casa na região dos lagos então pra não dar bandeira marquei com Camille no AP de minha mãe,sinceramente achava que era ainda aquela adolescente gostosinha que comi a 10 anos atrás e fiquei ansioso esperando por ela,foi quando o porteiro tocou o interfone e perguntou se eu conhecia alguma Camille,falei que sim então ela subiu.Ao abrir a porta meu queixo foi lá no 1º andar e voltou,Ela estava Morena,Tinha colocado lentes azuis um par de seios maravilhosos e uma bunda redondinha e durinha estava gostosa pra cacete e fiquei babando por alguns minutos e ela me perguntou se eu não iria convidá-la pra entrar e eu o fiz de imediato.Me perguntou sobre tudo,esposa,filhos,mãe,trabalho e claro vida sexual,eu também fazia várias perguntas a ela e assim colocamos o papo em dia mas não estávamos ali pra conversar e fui na geladeira e peguei o champanhe,pedi para que ficasse mais a vontade e ela tirou sua blusa ficando apenas com o top que estava por baixo e assim pude vislumbrar mais a suas coxas que ficavam bem atraente naquela calça jeans super coladinha
Levantou-se para fumar na janela e apreciar a visão da décimo terceiro andar e ao ficar de costas pude ver que sua calcinha estava enterradinha no rabo,ela tragava e fazia de maneira tão sexy que eu envolvi meus braços em sua cintura e ela passou a mão sobre minha cabeça me dizendo que a minha cara de homem deixou ela com muito tesão,fui beijando sua nuca,pescocinho e passando a mão na sua bunda,ela gemia baixinho e ia pegando na minha rola super dura,tirei uma das mão da bunda dela e comecei a acariciar seus seios,virei ela de frente e comecei a mamar seus peitos e enquanto ela desabotoava seu top minha mão ia por dentro da sua calça,e quando achei o menino dela comecei a acariciá-lo e então ela abriu o zíper e botou ele pra fora,comecei uma punheta e ela não ficou de bobeira me punhetou também,foi nesse clima que fomos para o quarto e lá joguei ela na cama de bruços tirei sua calça e sem tirar calcinha comecei a lamber seu cuzinho “há quanto tempo não me sinto putinha assim”ela disse.Virei a safada e comecei a chupar seu pequeno pau de mais ou menos uns 13 cm como me virei e me posicionei debaixo dela fizemos um 69 daqueles e ela atochava a língua no meu cu e eu o dedo no dela.Com o pau já meladinho decidimos transar sem usar camisinha,então ela virou-se de ladinho pra mim e eu comecei a enfiar minha rola,quanto mais eu enfiava mais a vagabunda rebolava então ela pediu pra mudar a posição e ficou de quatro pra mim,quando vi aquela bunda empinadinha na minha frente não tive pena coloquei de primeira e como já estava tudo melado entrou que foi uma beleza,o tesão era tão grande que não demoramos muito pra gozar.Depois da foda ela acendeu um cigarro e eu fui tomar meu energético e depois comer alguma coisa e nesse meio tempo ficamos falando sacanagem um pro outro,e ela me perguntou se me pedisse pra ficar com ela o que eu faria;lhe respondi que largava a minha esposa e ela muito puta me disse rindo:”não sirvo pra ser esposa,só pra amante…fica com ela que só assim eu sei que quando você me procurar é porque está com tesão.”começamos nos agarrar,nos acariciar,bolinar pronto já estava de pau duro de novo,mas dessa vez chamei Camille pro banheiro para tomarmos aquele banho gostoso.ficamos de frente um pro outro no chuveiro e alisando nossas rolas fomos nos estimulando então ela se virou me mostrou aquele rabão e disse que meu menino estava com frio e tinha de ir pra casinha dele,encaixei a criança e botei pra dentro do anel dela,aquele vai e vem gostoso no chuveiro e eu tocando uma punheta pra ela falando mil putarias no seu ouvidinho ela gozou logo melando a parede do Box eu continuei e após ela ter gozado agarrei na sua cintura e aumentei o ritmo,estava tão forte que o barulho da minha virilha batendo na sua bunda era alto foi quando eu gozei e ela quando sentiu o meladinho dentro do seu anel gritou “puuuuuuuuuuuuuuuuuuuto!!!!!”
Ela se dizendo um pouco cansada pediu pra dormir um pouco e no dia seguinte nós recomeçaríamos a safadeza e ficamos deitadinhos eu de cueca e ela de calcinha bem agarradinho na cama da minha mãe e ela me confessou que eu tinha virado um puto de primeira,que não via macho que nem eu a muito tempo e que necessitava de mim na sua vida,acabou que passamos todo carnaval trepando gostoso e como no fim do ano agora ia ter uma viajem pra Fortaleza paga pela empresa e eu podia levar uma acompanhante,a convidei pra duas semana de fudeção,praia,piscina e muita mordomia ela claro topou e aguardo ansioso o short jeans que ela preparou pra essa viajem,disse que vai me dar overdose de cu e que vai pra lá com intenção de voltar sem prega nenhuma na rosquinha
Até porque uma vez puta sempre puta ainda bem que ela é minha puta.
Ricky-RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *