Comendo a minha prima trans

Olá me chamo Jim, como é meu primeiro conto vamos as apresentações, tenho 20 anos,morador do RS, branco,cabelo preto e olhos castanhos,magro e por volta de 1,80 de altura,mas vamos ao conto.
Essa história começou por incrível que pareça quando minha mãe criou um facebook para ela, lá ela encontrou e adicionou vários parentes que não via a anos,dentre eles um primo chamado Fernando,este que ela era muito próxima até eles se mudarem,pois sempre moraram na região

rural e quando vieram para cidade cada um seguiu seu rumo, este primo dela se mudou para uma cidade próxima a nossa quando eu tinha por volta de 2 anos e eu só lembro dele no seu casamento quando eu já tinha 8 anos e lembro-me de ter brincado bastante com seu filho Gabriel que tinha 10 na época,também lembro que no final da festa o pessoal mais velho além de cumprimenta-lo pelo casamento lhe dizia: “boa sorte neste novo emprego,quando pretendes voltar pra cá?”, só tempos depois que fui entender que ele havia sido chamado para trabalhar

em uma empresa no sudoeste do RS, na qual ele foi morar com sua esposa e seu filho, mas voltemos aos dias atuais ,após ela o adicionar no facebook, começaram a conversar e papo vai papo vem ele perguntou quando nós iriamos visitá-lo e minha mãe deu aquela enrolada básica kkkk,”talvez final do ano quando o Jim estiver de férias da faculdade” (ah eu faço faculdade kkk), porém as intenções dela mudaram rapidamente quando em um sábado ela estava assistindo ao jornal do almoço (quem é do RS conhece) e este jornal tem um quadro que se chama “Partiu RS” no qual mostra pontos turísticos do estado e mostrou a cidade do seu primo,onde havia um turismo rural bem legal com cachoeiras e algumas vinícolas antigas para a visitação então minha mãe resolveu unir o útil ao agradável e planejou irmos passar uma semana com Fernando e já aproveitar para fazer o turismo rural,então no final do ano lá fomos nós, eu,meu pai e minha mãe.
Chegando na cidade já vi que era bem calma,comparada a minha e parecia ser aquele tipo de cidade que todos quase se conhecem,fomos até o endereço passado por Fernando,chegando lá ele veio prontamente abrir o portão e nos cumprimentou,a casa era um sobrado,bairro a principio calmo, mas oque me chamou bastante a atenção foi que na casa do outro lado da rua haviam uma loira e uma morena esculturais conversando,realmente muito bonitas( pra mim a morena era mais,já que prefiro elas), mas entramos na casa,Fernando apresentou sua esposa,sentamos no sofá e começaram aquelas conversas clássicas: ” nossa como tu cresceu, oque tu faz da vida?” e por ai vai, até que minha mãe perguntou pelo filho de Fernando, o Gabriel, e ele não falou muito,só disse que ele tambem fazia faculdade e havia mudado muito,então nos convidou para almoçar,pois haviamos chegado próximo do meio dia,então estavamos lá de boa comendo quando a porta da sala se abriu e para minha surpresa( e que bela surpresa) era a morena que estava do outro lado da rua,que mulher,na hora pensei: “- caralho deve ser a namorada do Gabriel,tá comendo bem esse merda”, então Fernando falou:
– isso é hora de vir para o almoço Gabriela, e a moça respondeu:
-Não incomoda,tu sabe que estou de férias e fazia tempo que eu não conversava com a Ana.
Nisso Fernando falou:
– Tá cada dia mais malcriada está guria,nem comprimenta as visitas, (então ele fez as apresentações) -este é o Gabriel, agora Gabriela e ela disse:
– olá,tudo bem?, eu lembro de vcs,estavam no casamento do pai e lembro de ti também, a gente brincou um monte aquele dia
Então ela falou que não queria almoçar e entrou em uma porta,que era seu quarto, nisso Fernando explicou que Gabriel começou a sentir atração por homens e sofria muito preconceito então começou a fazer academia,deixou o cabelo crescer e juntou dinheiro de sua mesada que guardava por muitos anos e colocou silicone nos seios, pelo menos parecendo mulher muitos não saberiam que ele era homem e sofreria menos e ela estava tão parecida com uma mulher que nem eu achei que fosse homem, então o dia seguiu normal e ela trancada no quarto,até que a noite Fernando resolveu fazer pastéis e todos se reuniram na mesa, e ela estava com uma blusinha e um shortinho que me deixou louco, mas eu só dava umas olhadinhas discretas pra não dar problema foi então que meu tio disse: – Já preparei um quarto para vcs lá em cima, já o Jim pode dormir aqui no quarto com a Gabriela,algum problema pra todos?
Todos dissemos que não,mas meu pensamento já estava voando longe,então acabado a janta Gabriela se retirou da mesa,foi ao banheiro e passou pela cozinha e deu boa noite para todos,eu ainda fiquei um tempo acordado e depois fui para o quarto,nisso troquei-me antes no banheiro e quando entrei no quarto Gabriela já estava deitada,então antes de dormir batemos um papo,falamos da vida em geral e dormimos, isto foi bom por que quebrou aquele gelo inicial.
No outro dia quando acordei ela estava se preparando pra ir a academia de legging(que bunda deliciosa), quando ela chegou tomou um banho e me convidou pra jogar video-game na sala,rimos bastante e percebi que ela já me via com outros olhos,não mais de um parente mas sim de um possível cara para come-la e percebi isso a noite,na hora de dormir eu entrei no quarto de calção e ela perguntou:
– nossa tu dorme de calção,não te aperta?
eu: – na verdade sim,geralmente durmo de cueca mas minha mãe disse que tenho que dormir de calção pra respeitar os moradores da casa kkkk
ela: – que bobagem,se quiser pode dormir de cueca,por mim não tem problema,afinal temos o mesmo sexo não é mesmo? kkkk
eu: – sim kkk, já que não tem problema vou ali no banheiro me trocar
ela: – pode se trocar aqui se quiser
então quando me trocava,de costas pra ela, ela falou:
– vc é peludo ein primo? kkkk
eu falei: – todos nós homens somos,eu mesmo nunca me depilei,deve ser por isso
ela: – eu me depilo sempre,também né, imagina uma mulher peluda ai não dá,olha minhas coxas como são lisinhas
eu meio que relutei em ver mas ela insistiu,então olhei e ela disse:
– se quiser pode passar a mão pra ver como é lisinha
então já não estava mais pensando com a cabeça de cima percorri com a mão naquela coxa maravilhosa e disse que realmente era bem lisinha então ela falou:
-agora imagina manter todo o corpo assim, mas vale a pena,bem vou dormir que amanhã pretendo pegar um bronze na piscina
quando apaguei a luz e me deitei,tive que bater uma,estava muito excitado e mal tinha acabado e já estava pensando como ela ficaria de biquíni e como prenderia o “negócio”, falei que a casa era um sobrado mas não falei como era, a noite o térreo era praticamente nosso,pois no segundo andar haviam 2 quartos onde nossos pais dormiam e nos fundos tinha uma piscina.
Mais um dia nasceu e quando acordei fui ao banheiro eu estava me mijando e de “barraca armada” e como estava de cueca dava pra ver perfeitamente,a porta do banheiro estava entreaberta e já cheguei empurrando,mas quando vi Gabriela estava escovando os dentes e foi com os olhos diretamente lá e ainda disse dando uma risadinha:
– Caramba primo,acordou daquele jeito ein? kkk
então quando ela saiu fiz minhas necessidades e fui tomar café e minha mãe que já estava na cozinha disse que eles iriam conhecer o centro da cidade e se eu estava a fim de ir,falei que não,pois já sabia das intenções de Gabriela para a manhã ,então quando tomava meu café aparece a Gabriela, não tinha como não pirar naquele corpo acho que até meu pai deu aquela olhadinha marota kkkk, Gabriela pediu para sua mãe passar protetor solar mas ela disse que iria se arrumar pra sair e que eu não iria,então poderia ajuda-la depois que acabasse o café,ela foi pra piscina e esperei nossos pais sair pra acabar o café,vesti um calção e fui pra piscina tambem,quando chego lá ela estava deitada de bruços e disse que já tinha passado protetor solar na parte da frente mas se eu poderia passar nas costas e pernas,falei que sim e fui passando, meu pau já estava estourando as cuecas,passei em todo o corpo menos na bunda, embora estivesse louco não saberia a reação dela,até que ela falou:
– pode passar na bunda também primo
nisso comecei a passar e alisar aquele bundão e acabei me empolgando,ela percebeu e deu uma viradinha com um sorriso sacana e falou:
– está bom primo,não precisa alisar mais,obrigado
achei que estivesse ido longe demais,então dei um mergulho na piscina e fiquei mexendo no celular na borda e após uns 15 minutos ela se virou e fez uma pergunta que eu não acreditei na hora:
– teria algum problema se eu fizesse um topless?, quero pegar um bronze nos peitos,mas só faço quando estou sozinha em casa pq meu pai acha desrespeitoso, posso?
eu disse:
– claro que pode,nem esquenta que estou aqui,não quero atrapalhar no que tu faz
então pensei que ela estivesse brincando,mas ao mesmo tempo estava louco pra ver, até que ela tirou a parte de cima do biquíni e não falou nada,ficou quietinha lá e eu adorando e dando aquela observada,depois de um tempo ela entrou na piscina e meus olhos travaram ali e ela falou:
– que foi,nunca viu?
eu: – pior que não
ela: – se quiser pode ver mais de perto e tocar,mas não fala pra ninguém
então cheguei mais perto e fui com as mãos direto naqueles peitos,puxei ela mais pra perto e a beijei,parecia que ela estava esperando aquilo e então ela disse:
– senta ali na borda
não estava sabendo oq ela queria, então sentei na borda e ela abaixou meus calções e começou a me chupar, que delicia,ela engolia todo meu pau,passava a língua na cabeça,batia com meu pau na língua,engolia todo ele e voltava raspando os dentes,que me arrepiava,até que não consegui segurar mais e gozei tudo dentro da boca dela,ela finalizou a chupada,limpou meu pau e disse:
-vou tomar um banho,nossos pais já devem estar chegando.
eu fiquei ali sem reação,dei mais uns mergulhos e fiquei pensando como reagir depois, como falar sobre aquilo? , oq aconteceria a noite?, ao mesmo tempo que me deixava intrigado também me deixava muito excitado,então o dia seguiu normalmente,até que a noite após a janta, fui para o quarto e ela já estava lá,então me deitei mas esqueci de apagar a luz como sempre fazia,até que ela levantou e foi apagar, e ai quase infartei,ela estava de calcinha fio dental, então já sabia oq ela queria,me levantei e me abracei por trás nela passando a mão nos seus peitos e ela se virou e começamos a nos beijar e ela falou:
– achei que não acabaria oque começamos de manhã
então joguei-a na cama e comecei a tirar sua roupa,seu pau era bem pequeno,por isso quase não se percebia nas roupas,ela me chupou como fez na piscina mas desta vez me segurei pra comer aquela bunda,então ela ficou de quatro e fui metendo devagar sem camisinha mesmo já que não tinhamos e ela gemia de prazer,aos poucos entrou tudo e comecei a meter com mais força e ela gemia,falei pra ela não gemer alto pois nossos pais poderiam escutar mas ela não estava nem ai, então coloquei ela num papai e mamãe e eu metia,beijava chupava seus peitos ao mesmo tempo,após eu me deitei e ela veio sentando por cima,nisso aconteceu uma coisa que nunca pensei que acontecesse,ela gozou sem encostar um dedo no pau,gozou em cima da minha barriga e ela urrava de prazer até que não me segurei mais e enchi aquele bundão de porra,ela desceu de cima de mim e chupou a porra que ainda tinha no meu pau,então ela deitou no meu peito e dormimos ali na mesma cama.
No outro dia pela manhã quando acordamos batemos um papo e ela falou que adorou,que eu havia sido o primeiro cara que a comeu e levantou dizendo que ia tomar café,então com um sorriso sacana e com o pau duro perguntei se ela não iria querer um leitinho antes,na hora ela veio e caiu de boca,após ter chupado bastante peguei ela no colo e a comi de pé ela arranhou toda as minhas costas pois não podia gritar,já que nossos pais estavam na cozinha que ficava ao lado, até que não estava mais conseguindo segurar e pedi pra gozar nos peitos dela,ela deixou,acho que foi a vez na vida que mais gozei e ela como de costume terminou de limpar meu pau, o dia seguiu normalmente e a noite uma amiga dela da faculdade veio dormir lá,até Gabriela havia esquecido que está amiga viria ainda mais com os últimos acontecimentos,está amiga dela passou a semana lá e não tivemos mais a oportunidade de transar,no máximo acontecia uma mão boba na piscina,mas com todo cuidado para nossos pai não perceberem, no final da semana fomos embora,minha mãe satisfeita com a viagem e eu satisfeito em ter descabaçado minha priminha trans, Fernando disse que em breve virá nos visitar e eu não perco por esperar.

One Reply to “Comendo a minha prima trans”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *