Fodendo a minha namorada travesti gostosa

Olá me chamo Carlos, tudo aconteceu ano passado quando fui em uma boate gay depois do trabalho
Eu estava alí somente para relaxar e conhecer gente nova
Lá pelas duas da manhã uma transex grandona chegou em mim e disse que a amiga dela queria me conhecer
A amiga dela era baixinha, jeitinho de menina, peitos de hormônio , coxas grossas rostinho angelical, se chamava Renata
Paguei uma bebida e chamei pra um canto onde ficamos conversando um tempinho

Papo vai papo vem, eu peguei ela pela cintura e lasquei um beijo, pensei no máximo eu levo um tapa, mais não, ela retribuiu e beijou de volta
Ela me disse então que estava com muito tesão e que morava ali pertinho em um AP com sua amiga, e que o apartamento estava vazio no momento.
Não pensei duas vezes e fui com ela, chegando lá ela mal abriu a porta e já me empurrou no sofá, caí deitado e meio assustado com o acontecido, não esperava isso.
Ela veio pra cima de mim me beijando levantou o vestido puxou a calcinha para o lado e disse “me chupa” assim na lata, já chegou a piroca na minha cara, sem reação eu abri a boca e ela empurrou seu pau, não era tão grande deveria ter uns quinze sentimetros, e foi fodendo minha boca e dizendo pra eu cupar gostoso, assim eu fiz.
Ela aumentou o vai e vem começou a gemer mais alto tirou o pau da minha boca e bateu uma na minha frente até que gozou na minha cara depois veio me beijando e lambendo a porra na minha cara, achei o máximo tudo aquilo, me pegou pela mão e me levou para o quarto.
Lá ela tirou toda a roupa e eu fiz o mesmo pegou uma camisinha na gaveta e disse me come gostoso agora, não perdi tempo, ela ficou de quatro na cama com aquele rabo enorme mais antes de comela eu queria brincar, raquei a lingua naquele cuzinho rosa com gosto, ela gemia gostoso, me preparei e empurrei a pica naquela bunda gostosa, socava com força, quando ela percebeu que eu iria gozar ela saiu ficou de joelhos na minha frente e chupou meu pau com tanta vontade que não demorei a gozar, quase cai no chão com as pernas trémulas, deitamos os dois um tempo, para descansar uns minutos.
Algum tempo depois fomos para o banheiro onde ela me mandou dar banho nela, assim eu fiz quando cheguei no seu pau me abaixei e chupe novamente mais não durou muito, ela disse agora eu te dou banho, lavou todo meu corpo por fim me virou de costas e viu que eu tinha o cu cabeludo, disse que iria depilar meu rabo, eu pensei “já estou aqui mesmo” então ela passou um creme para pentear me mandou abrir a bunda e veio com a gillete, deixou lisinho, depois que lavou deu uma linguada no meu cu com gosto, enfiou um, dois, três dedos e por fim me enrabou no banheiro sem camisinha mesmo, socava com força, me comeu em pé, de quatro e por fim me mandou cavalgar nela, até que gozou muito na minha bunda, me lavei de novo e fomos pra cama dela dormir.
Na manhã seguinte me acordou com pica na boca, depois de gozar perguntou se nós poderíamos continuar nos encontrando e que não fazia programa, eu disse que tudo bem, daí começou um belo relacionamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *