Dominadora pauzuda

Quando eu tinha 18 anos conheci uma trans dona de um salão mas eu achava que ela era uma mulher.
Um dia resolvi passar uma cantada, entrei no salão fingindo que iria cortar o cabelo, esperei todas as clientes sair e quando saiu ela parece que sabia o que eu queria fechou a porta do salão e me falou que o corte masculino era na sala do fundo ao entrar, ela fechou a porta também é eu vi que lá só tinha uma maçã, ela chegou por trás de mim e me deu um mata leão dizendo que hoje eu receberia o que todo viado escroto merece…

Ao acordar eu estava amarrado na maca em pé sabe sem subir só estava com a barriga em cima e bem amarrado deixando meu cu a altura certa pra ela é a boca do outro lado no ponto pra ser podido, estava com um negócio que não sei o nome, mas que deixa a boca aberta.
Escuro ela dizendo que iria me fazer ser a mulher dela, nessa hora assustei, falei como assim, eu quero é chupar sua buceta e meter gostoso em vc BB…

Ela ria muito e disse pera aí que vou te mostrar a buceta, seu viado inútil.
Ao chegar a minha frente vi ela com roupas pretas, e um buraco no lugar que eu achava que era a buceta, mas vi foi um pau de 25 cm o qual soube por que ela mesmo disse.
E disse que hoje ela iria arrancar a virgindade do meu cu sem piedade que iria ver o sangue descer e daquele dia em diante seria a escrava dela.

Ela socou o pau em minha boca e eu quase vomitei era super grande nunca tinha feito isso, e também estava sujo, cheio daqueles sebos, azedo e fedia, ela disse tá gostoso né vadia, amo fazer mamar minha rola assim.
Ela meteu por uns 10 min, e começou a mijar e disse pra eu beber ou ela ia me fazer sumir e ninguém iria me achar!
Bebi tudo, chorando muito.
Depois ela começou a preparar pra me fuder, aí sim eu vivi o inferno, nesse dia não senti prazer algum, apenas dor….
Ela meteu tudo de uma só vez até o talo, eu desmaiei de dor, mas não durou muito, pois acordei com ela metendo e me batendo, ela disse que ia me folder até a noite.
Ela só parou pra atender uma cliente que chegou, me amordaçou e pude escutar a conversa delas.
Quando a porta abre e a amiga dela vê meu cu sangrando e fala nossa amiga esse aí não será mais o mesmo.
Ela diz essa é a nossa nova escrava, pode usar ela também.
Quando a mulher chega e começa a me bater de cinto, eu apanhei por meia hora e nem podia gritar, senti algo queimar minha bunda era a mulher apagando o cigarro na minha bunda, aí ela mijou em um copo me fez beber, disse que eu tinha um compromisso no outro dia que era ir a sua casa lavar tudo e apanhar mais!
Quando ela saiu veio a travesti de novo e meteu em mim sem parar até anoitecer eu já não tinha forças nas pernas, sentia como se eu tivesse sendo rasgado… Ela só parou quando gozou no meu cu, veio e mijou na minha boca e gozou mais uma vez na minha boca e fez eu beber tudo.
Depois foi me passando instruções que apartir de hoje todos os dias eu iria dormir com ela, pois eu era sua propriedade e assim foi por um ano.
Ela me usou de todas as formas, eu fui humilhado várias vezes até na frente de algumas clientes, eu era tipo um prêmio pra algumas, me bateram muito sem do, mas depois do primeiro dia passei a ter prazer, e gozava muito, e até quase me castrou por isso, só escapei de ser castrado, por que ela disse que não tinha dinheiro suficiente pra me fazer mulher naquele momento, mas disse que ia juntar e que eu iria ser transformado e não tinha saída pois eu era dela.
Minha sorte foi que ela sumiu tempo depois ,não sei se sorte ou azar rsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *