A primeira vez a gente nunca esquece

Boa noite pessoal depois de muito tempo Ivone autorizou contar como foi minha primeira vez.
— Sua imprestável você vai lavar esse lençol amanhã. Xixi se faz no banheiro.
— Desculpa Ivone.
Levei outro tapa no bumbum que ficou marcas.
— É senhora que fala. Ouviu bem.


— Sim senhora.
–Aprendeu rapidinho. Relaxa bem esse cuzinho que vou por tudo meu pinto nele.
— Tudo não senhora , vai arregaçar meu cu.
— Vou arregaçar mesmo. Sua mãe me contou o verdadeiro motivo por ameaçarem você. Tava dando o cu para os homens da cidade e as esposas ameaçaram de coxar você no pau.
— Dava mesmo , a mulherada faziam cu doce com os maridos , não liberavam o cuzinho eu liberava o meu.
— Sua mãe me contou , ameaçaram até ela. Seu cuzinho tá no ponto pra levar vara.
Terminou de falar e enfiou tudo de uma vez só , dessa vez eu gozei todo. Saiu até lágrimas dos meus olhos e o pintão dela foi até meu útero.rsrsrs.
Já fazia algum tempo que eu não dava meu cuzinho e estava com saudade , me contentava com cenoura , banana e pepino para apagar o fogo do meu rabo. Com aquele pinto todo dentro de mim aproveitei para rebolar na vara da Ivone.
— A putinha tá gostando de levar vara.
— Estou amando senhora. Tava subindo pelas paredes de tesão.
Ivone acelerou os movimentos e gozou enchendo meu cuzinho de leite.
Quando Ivone retirou seu pinto do meu cuzinho ainda caía pingos de leite mandou eu deixar bem limpinho seu pinto.
Fui no banheiro me limpei , coloquei de volta a roupa que ela tinha me dado. Ivone pediu uma pizza para jantarmos e eu sabia que mais tarde tinha mais transa entre eu e Ivone.
Abraços!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *