Tirando a putinha do armário

Já escrevi sobre o homem que tinha uma puta dentro de si, relato este que foi um dos mais comentados e ainda faz enorme sucesso. Você pode ler em Top Relatos da Boneca Drikka… Este mesmo homem volta e meia ainda aparece por aqui. Sua putinha interior que ele chama de “Luana”, vai batendo, batendo mais forte até que ele me liga pedindo socorro. Meio acanhado diz que “Luana” está querendo a todo custo sair do armário. Aí não tem mais jeito, somente eu ajudada por algum dos meus amiguinhos pauzudos, podemos saciar a vontade louca daquela

putinha no interior do meu cliente. Foi assim hoje à tarde… Ele chegou e trouxe “Luana” dentro de sua mochila. Aos poucos ela foi tomando forma, até que de repente estava louca na cama e só queria pau e mais pau. Eu até já dei conta, mas agora não tem mais jeito, só mesmo um macho com uma pica enorme para dar sossego àquela puta que arde dentro deste safadinho. Por isso chamei meu amigu inho massagista, um rapagão moreno e bem dotado, aquele que dá jeito em qualquer putinha gulosa. Sem demora chegou e já nos encontrou na cama.

Ficamos olhando ele tirar a roupa, já na sua cueca se notava o volume do seu pau. Eu olhei para meu cliente safadinho, ou melhor para a putinha que encarnara nele, já nos olhos dela vi o desejo, na sua boca vermelha, sua língua lambia o beiço e era visível sua vontade de já cair de boca. Meu amiguinho chegou já com aquele mastro de carne quase duro. Encapei o bicho e a putinha Lu já caiu de boca. Agarrou seu pau com as duas mãos e chupou feito uma louca, gemendo sem parar. Para melhor degustar aquele pauzão duro, pedi para que meu amiguinho deitasse na cama de barriga pra cima enquanto a putinha safada podia se deliciar. E, ela se deliciou… Ficou de quatro na cama, empinou o bundão e ficou chupando, tentando abocanhar toda aquela pica. Ficou se lambuzando, esfregando aquele pauzão na sua cara, praticamente não sabia se chupava ou já o enfiava no seu rabo…

Eu aproveitei e fui atrás da putinha e então enfiei meu pau no rabo dela. Humm, que rabo guloso, meu pau entrou todinho. Meu amiguinho que é um safadinho também, falou muitas bobagens, Luana ficou mais doida ainda… Gemeu com o pauzão na boca e rebolou na minha pica… Daí a pouco, ela ficou de quatro no cantinho da cama e eu continuei comendo seu rabo, dizendo claro que estava abrindo caminho para a pica enorme que ela sentiria logo, logo… Meu amiguinho veio por trás e quis colocar aquilo tudo no meu bundão assanhado. Ai de mim. Fechei meu cuzinho e disse não! Esse pau é somente para Lu, rs… Claro que senti vontade, mas não estava preparada para levar aquilo tudo assim, sou muito apertadinha. Então, ele colocou o pau no rabo guloso de Lu. Ela até tremia, dizia estar nervosa. Sabe aquela mistura de tensão com tesão, não ? Acho que um pouco era a luta da putinha Lu com meu cliente, rs…

Nas primeiras estocadas L u sentiu, até tirou o pauzão, segurou do seu jeito e enfiou de novo. Mas daí a pouco, estava rebolando, sentindo todo aquele cacetão nas suas entranhas. Meu amigo massagista é um bofão, uma delícia. Enquanto ele fodia o rabo da putinha, eu por trás enfiava a língua no seu cuzinho. Ele gemeu de tesão várias vezes e me chamou de safada. Acho que isso o deixou com o pau mais enorme e duro. Pois a putinha Lu, sentou em cima de frente e de costas. Depois deu pra ele de ladinho. Deitou de bruços e foi bombardeada. Ficou de franguinha assada e gritou algumas vezes pedindo para ele não ir tão fundo. Realmente o vigor do meu massagista amiguinho pauzudo ajudante me impressionou. Até perguntei se ele havia ingerido algum estimulante. Disse ele que nada. Foi a putinha safada, montada e gulosa, além de minha linguinha que o deixara assim, rs… Algumas vezes, ele até insinuou deixar Lu descansar um pouco e me comer também, mas eu estava preferindo só assistir e assess orar, rs… E, foi de franguinha que Luana enfim gozou. Meu amiguinho também gozou e saiu satisfeito… Depois que ele saiu, meu cliente quase desmaiado na cama, comentou que sua putinha interior acabou com ele. Aí, ele levantou, tomou uma ducha e enfiou Luana na mochila…

Sorrimos e conversamos um pouco. Ele me agradeceu por tão boa experiência, dizendo que sou a única que dá jeito mesmo na sua putinha e, que agora pelo menos uns seis ou sete meses, ela ficará adormecida, dentro da mochila, bem no fundo do armário, rs…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *