O Pedreiro me comeu de calcinha

Bom dia pessoal, todos nós temos nossos segredos, não é mesmo? As vezes, guarda-los nos faz muito mal, então venho aqui para contar um dos meus segredinhos… Sou casado há quase 10 anos, tenho filhos e sou muito tarado, adoro uma putaria, inclusive tenho o fetiche de ser corno, mas minha mulher odeia a ideia, e não topa de jeito nenhum. Enfim, outro grande fetiche que tenho é vestir calcinhas, acho que meu rabo fica lindo com elas. Enfim, tenho algumas calcinhas guardadas no sótão, onde só eu mexo, e tenho também uma caixinha com um consolo e alguns lubrificantes lá guardados, que as vezes eu me divirto sozinho. Onde eu moro, não tenho como

encontrar alguém pra realizar esse tipo de fantasia. Dias atrás, contratei um pedreiro para arrumar umas telhas, e parte da fiação elétrica. Ele subiu as escadas e fiquei na parte da casa, conversando com minha esposa. Depois de uns 15 minutos trabalhando, o pedreiro me chamou para ajuda-lo. Quando subi, ele pediu que eu segurasse algumas telhas enquanto ele trabalhava. Quando ele sussurrou, para que ninguém lá em baixo ouvisse… “Adorei a tua caixinha, é tua ou da tua mulher”. Quase morri, era a primeira vez que conversava com alguém

sobre meu segredo. Fiquei meio sem jeito e disse que era minha. Ele continuou trabalhando, não deu muita importância, mas deu uma esfregada no meio das pernas. “Será que eu posso ver tu usando uma?” então respondi: “Tu vai comentar com alguém?” e ela respondeu: “Bem capaz, ninguém ia nem acreditar”. Então larguei as coisas, e em silêncio, tirei minhas calças e cuecas e vesti uma de florzinha, bem enfiadinha, e empinei a bunda pra ele ver. Ele arregalou os olhos e massageou o pau, esfregando aquela mão áspera na minha bundinha branca. Ele

colocou o pau meia bomba pra fora, e disse “Vou trabalhar” colocando o corpo para fora do telhado. Entendi a dica e abaixei as calças dele até os pés, e comecei a alisar aquele pau, que foi ficando duro. Era um pau de bom tamanho, de 15 ou 16cm e tinha uma cabeça bem rosinha. Coloquei na boca e me atraquei a chupar ele. E o pedreiro não saía lá de cima. Enquanto eu chupava minha esposa gritou se estava tudo bem. E eu respondi que sim, que estava segurando o material do pedreiro. Lkkkk e estava mesmo. Nisso ele desce do telhado, confere minha bunda e me escora numa madeira do telhado, coloca minha calcinha pro lado e cospe na

cabeça do pau. O pedreiro começa a esfregar tentando achar meu cu, mas não consegue, então eu pego no pau dele e guio até meu cuzinho, e a cabeça passa. Seguro o gemido para minha esposa não ouvir, e começo e ir pra trás com meu corpo, até entrar todo seu pau. Eu já estava acostumado com meu consolo que era maior, o que facilitou o prazer na minha primeira relação com um pau de verdade. Ele segurou minha cintura e começou a bombar. Senti ele ofegante, e a última estocada foi mais profunda e firme, seu leite era despejado no meu reto. Ele tirou de dentro e sorriu, se vestindo em seguida. Desci para minha casa e fui para o banheiro, cagar aquela porra toda e bater uma deliciosa punheta!

5 Replies to “O Pedreiro me comeu de calcinha”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *