O dia que comi minha colega travesti

Trabalho em uma loja de roupas e tenho uma colega que é travesti ela loirinha gostosa 1,67 peito grandes bunda redondinha branquinha uma delícia muito simpática e linda conversava muito com ela até por ela ser bem legal
Até que um dia meus colegas resolveram fazer um churrasco eu disse que podia ser onde moro por ter um salão de festa no condomínio onde moro aí chegou no sábado todos apareceram curtiram o churrasco beberam aou poucos alguns foram indo embora quando vi estava só eu e Bruna ela disse que iria me ajudar a organizar as coisas e ficamos arrumando as coisas e

conversando sobre diversas coisas aí a gente subiu para meu apartamento para guardar as coisas ela disse que iria chamar um uber para ir pra casa depois de um tempo ela disse que não estava conseguindo e já era mais 1:20 da madrugada até que eu disse que ela poderia ficar e ir pela manhã ela aceitou eu disse pra ela que ela poderia tomar um banho ela foi ela me pediu uma toalha emprestada eu emprestei aí a gente continuo conversando por mais um tempo e ela foi eu bem relaxado no sofá pensado naquela gostosa tomando banho e já fiquei louco até que ela me chama pedindo a toalha que tinha esquecido eu fui levar lá tava ela toda molhadinha pele branquinha virada de costas eu dei a toalha para ela e sai fiquei mais louco logo ela saiu e

já fui para o meu banho depois que sai eu ia arrumar uma cama pra mim no sofá ela disse que não tinha problema que a gente dormisse juntos naquela hora eu vi que a safada queria algo quando nos deitamos ela tirou seu short e disse que só dorme de calcinha e me perguntou se tinha problema pra mim claro que disse que não mas o pau já tava rasgando a bermuda de tão duro ela venho chegando com aquele rabão que ela tem até que encostou a bunda em mim logo sentiu meu pau duro e botou a mão me chamando de sábado ela virou pra e colou seu corpo em mim ela estava tão cheirosa e me deu logo um beijo a gente começou a se pegar e

ela punhetando minha rola logo tirou a blusa e eu comecei a mamar aquele peitão eram enormes aquelas teta até que ela fala agora é minha vez de mamar ela vai descendo e abocanha meu pau como uma puta chupa punhetando eu louco já com aquela boquinha gostosa ela chupando e eu vendo aquele rabão pelo espelho até que ela fala come meu cuzinho eu não pensei duas vezes ela venho me beijando tirei a calcinha dela vi que o pau dela era bem grande uns 22cm comecei a chupar aquele carinho cheiroso ela gemia como louca falava que não pra mim não parar me puxava cada vez mais deixei aquele cuzinho bem molhadinho comecei a passar meu pau naquele rabão enorme naquele cuzão ela rebolava no meu pau até que fui

tentando colocar meu pau e não entrava ela falou que nunca tinha dado seu cú para um pau tão grande meu pau tem 24cm grosso e bem cabeçudo até que eu forcei naquele cu entrando devagar ela gritava falando que tava doendo muito eu ela começou a rebolar aos poucos foi acostumando com minha rola quando percebeu ela estava jogando aquela bundona em mim e falando safadezas pra me puxava arranhava e falava esse puto ta me arrombando come meu rabo me arromba safado eu socando nela sem pena eu falo pra ela que a partir de hoje ela é

minha patinha ela fala que vai ser sempre minha patinha e eu socando nela ela anuncia que vai gozar eu começo a meter com toda a minha força ela gritando e gemendo começa a gozar eu gozo juntinho com ela tudo dentro daquele cuzinho até que exausta ela se deixa e toda minha goza começa a escorrer de seu cuzinho branquinho deitamos abraçados por um tempo ela me pergunta se eu gostei eu disse que sim ela sorriu mordendo os lábios e começa a me chupar que e fala to apaixonada nesse pauzão e chupando e gemendo ela vem começa a me beijar e começa a sentar no meu de um jeito tão gostosa rebolando aquela pica batendo na minha barriga ela me pergunta se não tinha problema eu disse que aquela cena estava me deixando

com mais tesão até que ela para e fala da lentidão pra tua puta ela vira de costas e continua sentando aquela bunda branquinha em mim ela se punhetando gemendo me pedindo leite ela goza dnv sentando no meu pau senta devagar e forte botando todo meu pau dentro dela falando pra mim arrombar aquele cuzinho ela fala do da leite pra tua puta e eu falo que vou gozar novamente e ela sai de cima de mim e vem devorando meu pau com aquela boca gosta eu gozo muito naquela boca que ela chega a se engasgar mas mesmo assim não para e chupa

tudinho deixando nada no meu pau ela vem me beijando falando que gostou muito nos vamos tomar um banho juntos e depois dormimos agarradinhos e no trabalho nossa relação continua a mesma mas agora e ninguém sabe de nada eu continuo comendo ela sempre agora é cada vez melhor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.