A carona da cdzinha

Conheci uma cdzinha morena através da Internet. Começamos a conversar em um grupo, e logo estávamos no privado falando um milhão e putarias, rsrs.

Nicole era uma cdzinha morena, uma bunda enorme, com marquinha de praia e tudo. Trocamos muitas fotos, e o papo só ia esquentando.

Chegamos a marcar uns dois encontros, mas sempre algo atrapalhava. Até aquela maravilhosa noite de segunda feira…

Nicole eu não parávamos de trocar mensagens sacanas, e ela disse que não aguentava mais esperar, que queria me ver naquela dia. Mas eu ia trabalhar, naquela segunda nublada.

Continue Lendo “A carona da cdzinha”

A travesti massoterapeuta bem dotada

Sou uma mulher casada a 42 anos, tenho 60 anos, corpo modulado pelas mãos de meu amigo Dr. Giovanni, que me deixou cheia de atrativos que despertam os instintos sexuais do bicho macho, mesmo os desviados.

Frequento um salão de beleza a muitos anos, e sempre sou atendida por um amigo, gay, um dos melhores cabeleireiro do estado do Rio.

Continue Lendo “A travesti massoterapeuta bem dotada”

Minha Primeira Experiência foi com uma Travesti

Olá! Meu nome é Bruno (fictício), tenho 26 anos, sou de SP e este é o primeiro de uma série de contos que pretendo trazer para o site sobre as experiências que tive ao longo dos anos, e serão todos reais apesar dos nomes fictícios que utilizarei, espero que curtam!

Em um certo dia do mês de janeiro de 2010, minha tia se acidentou em Minas Gerais e meus pais precisaram ir até lá ficar com ela até que ela se recuperasse, então sobrou para minha irmã Júlia ficar responsável por mim durante esse tempo, já que ela já tinha seus 20 anos. Minha irmã sempre foi de curtir festas, baladas e todo tipo de farra e eu já tinha certeza de que ela não ficaria ali quietinha em casa cuidando de mim, apesar de também não esperar que ela me faria acompanhá-la até o apartamento de suas amigas no outro lado da cidade enquanto estávamos sozinhos, coisa que tive que fazer apesar dos meus protestos…

Continue Lendo “Minha Primeira Experiência foi com uma Travesti”

O dia que realizei o meu sonho de sair com uma Trans

Olá meus queridos leitores resolvi trazer este conto que me ocorreu após o 1 menage que fiz com a minha namorada. Primeiramente deixe me apresentar me chamo Bruno (nome fictício) tenho 24 anos e sou um pouco acima do peso, bom vamos lá do início então.

Desde mais novo uns 14, 15 anos eu já tinha essa curiosidade de como seria chupar um pau, bater punheta para outro garoto e ou as vezes sentia até tesao em dar para outro cara, com uns 15 anos eu via muito pornô gay e pornô trans tbm e ficava morrendo de curiosidade! Mas enfim não passava disso.

Continue Lendo “O dia que realizei o meu sonho de sair com uma Trans”

Primeira vez com uma buneca

Ola sou novo aqui,conheci esse site por indicação de um amigo,tive varias historias reais cmgo na estrada algumas menos outras mais cabeludas vou começar com essa…

Vamos la,sou alto 1,85cm 98kg uma pica de fazer inveja 22cm,meu caminhão estava carregado em Sao Paulo para deixar a metade da carga em Belo Horizonte e carregar novamente com destino a uma cidadezinha da Bahia,sair de SP era umas 02:30 da madrugada sentido BH cheguei no meu destino quase 11:00 da manha do mesmo dia geralmente carro de passeio faz

Continue Lendo “Primeira vez com uma buneca”

Segunda vez com a travesti pauzuda

Olá pessoal, todos que leram meus contos já sabem que somos um casal totalmente liberal e sem preconceito, que entre quatro paredes eu topo de tudo relacionado a sexo, sou macho e fêmea da minha esposa e virei puta safada e viado de travesti.

Bom, depois de muitos anos com a minha esposa fudendo meu cú, eu fiquei com muita vontade de experimentar uma rola de verdade, foi com esse tesão que eu resolvi passa uma noite no motel com uma trans pauzuda, cheguei em casa de madrugada com o cú todo arrombado, minha esposa pediu pra vê o estrago e foi a loucura de tanto tesão, não pensou duas vezes, pegou o chocolate de 20×05 e meteu no meu cú com muita vontade, me deixando mais regaçado,

Continue Lendo “Segunda vez com a travesti pauzuda”